domingo, 20 de outubro de 2013

Trabalhos Realizados no Atelier do Pintor Celmo Rodrigues entre 1983 e 1987































domingo, 6 de fevereiro de 2011

Centro Poliesportivo da Universidade Federal Fluminense



Em 2009, após três tentativas anteriores, finalmente o Rio de Janeiro conquistou o direito de sediar as Olimpíadas de 2016.       
A segunda campanha realizada em 1996 para a promoção do Rio de Janeiro como cidade candidata a sediar as olimpíadas de 2004, colocou em foco a questão da quantidade e, sobretudo, da qualidade dos nossos espaços e equipamentos. As avaliações realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro constataram que seriam necessários não somente reformas, mas a criação de novos pólos esportivos, que não ficariam localizados apenas na capital, mas também em diversos pontos espalhados pelo Estado.
Considerando-se as promessas de verbas e o empenho de toda a comunidade esportiva na realização de tal evento, foi constatado, na  época,  que se tratava de uma excelente oportunidade para propor a Universidade Federal Fluminense, importante Instituição Pública, a participação efetiva naquela campanha, o que seria viável através da obtenção de financiamentos para a realização do seu próprio Centro Poliesportivo.
Nessa sequencia optei pela realização do projeto em questão, um complexo que busca atender às necessidades não apenas da comunidade local, mas que ao mesmo tempo tornar-se-ia espaço de inserção no cenário mundial dos esportes.
Dessa maneira adotei uma arquitetura arrojada para um terreno localizado num dos cartões postais mais famosos do mundo: a Baía de Guanabara; o que significa fácil acesso tanto para a comunidade local, como para as provenientes de outros municípios, estados ou até mesmo de outros países.
Para o Ginásio, o projeto foi concebido de forma a atender às exigências das federações internacionais de Voleibol, Basquetebol e Futsal, permitindo a este sediar eventos, assim como os campeonatos mundiais e olímpicos.
 Considerar a possibilidade de criar um complexo  poliesportivo surgiu, primeiramente, a partir da possibilidade da cidade do Rio de Janeiro sediar as Olimpíadas. Sabendo, por isso, que para a concretização de tal evento, seriam necessárias e de suma importância muitas reformas, modernizações, bem como a criação de novos centros para os Jogos. Somou-se a estes acontecimentos, a já constatada necessidade da Universidade Federal Fluminense por um espaço adequado às práticas esportivas. 
O objetivo maior do projeto foi e é o de ampliar e renovar os equipamentos esportivos da Universidade Federal Fluminense, criando um centro de esportes no Campus do Gragoatá, local este onde já existe alguns equipamentos. Este complexo poderá ser desenvolvido de modo a garantir a prática de uma série de modalidades esportivas, sendo utilizado pelos alunos da universidade e também pela   comunidade - em cursos extensivos. 
         O fato de uma universidade desenvolver equipamentos esportivos que possam atender às olimpíadas significaria dispor de recursos elevados. Mas todo este investimento se justifica pelo fato dele posteriormente ser revertido em benefícios e legado.
O ginásio terá capacidade para 6000 pessoas, podendo assim sediar eventos de grande porte, gerando com isso novos recursos para a universidade, o que permitirá ofertar equipamentos de alto nível. Outros equipamentos também poderão ser desenvolvidos, voltados para a prática e o ensino do esporte. 
          O projeto aqui descrito poderá vir a satisfazer às necessidades já enumeradas, oferecendo às distintas modalidades esportivas, equipamentos de ultima geração. Certamente a conquista do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos será capaz de gerar verbas substancias, o que viabilizará a realização deste e outros complexos.
            



Localização

A escolha do local se deu em função da grande disponibilida de transporte: a proximidade do terminal rodoviário, da estação das Barcas e do Catamarã. O Centro Poliesportivo poderá receber em sua capacidade máxima 8000 pessoas.

O Projeto

Ginásio com capacidade para 6000 pessoas e três quadras poliesportivas, podendo receber jogos de até oitavas de final de competições olímpicas.



Parque Aquatico:
Piscina olímpica de 50m, piscina de salto, piscina de apoio e fisioterapia. Arquibancada para 1080 lugares.




Trampolins:
Alturas1m, 3m, 5m7.5m, 10m

Vista da Cobertura das Arquibancadas 




Campo de Futebol, pista de atletismo, quadras de tênis e arquibancada para 1080 lugares


Alojamentos com 150 apartamentos para 2 atletas cada.


IMPLANTAÇÃO

PLANTA GINÁSIO

CORTE AA



CORTE BB

Contato 
Tel.: 55 21 91691488
francisco@franciscomeirellesarq.com.br